Nós já estamos na metade de janeiro. Isso quer dizer que, de acordo com a estatística, muitos de nós estabelecemos nossas metas de 2018 e já desistimos delas.

De acordo com algumas pesquisas, 80% das metas de ano novo caem por terra já em fevereiro, e existe uma razão bem simples para essa taxa altíssima: as metas que nós estabelecemos são difíceis e muito fora da realidade.

Mudar a nossa vida completamente exige muito esforço, força de vontade e, frequentemente, um bom nível de determinação que é simplesmente inalcançável para muitos de nós.

Porém, não há motivos para se preocupar. Não é tarde demais para usar o ano novo como uma desculpa para mudar a sua vida para melhor, e nada disso precisa ser complicado demais. A seguir apresentamos as melhores dez metas para o ano novo que você vai conseguir cumprir:

  1. Buscar uma Nova AventuraCapitão Gancho, o famoso pirata, disse uma vez que a única grande aventura que ainda lhe restava era a morte. Mas enquanto nós esperamos por essa grande aventura, por que não considerar outras aventuras que você sempre quis experimentar?

Todos nós temos sonhos relacionados a aventura: Viajar mais. Conhecer o mundo. Ou simplesmente visitar a família em outro estado ou cidade e passar alguns dias com eles. Então que tal parar de adiar e planejar de vez a viagem que você sempre quis fazer?

Viajar amplia os nossos horizontes e enriquece nossa mente. É uma excelente maneira de aprender mais sobre diferentes culturas, história do mundo e política internacional, ou simplesmente, conhecer pessoas novas e se divertir muito mesmo!

Isso pode parecer uma meta muito difícil, mas atualmente viajar é muito mais fácil do que você imagina. Você só precisa de flexibilidade, passaporte e determinação para chegar lá. Afinal de contas, você não será jovem para sempre. O que você tem a perder?

2. Deixar o Álcool de Lado Um Dia da Semana

Você curte um bom drink? O número de bebidas alcoólicas que você consome semanalmente pode aumentar rapidamente sem você perceber.

Uma cervejinha com os amigos no fim de semana. Uma garrafa de vinho com a namorada depois do trabalho. Um happy hour com o pessoal do trabalho. Sem que a gente perceba, já estamos bebendo todos os dias e lidando com as consequências.

Ressaca, dor de cabeça, desidratação, boca seca…a lista de efeitos colaterais negativos causados pelo consumo excessivo de álcool é infinita. Mas não podemos nos esquecer que o álcool também tem seu lado positivo.

Se você curte beber e isso faz parte da sua vida social, não adianta estabelecer como meta deixar de beber completamente. E verdade seja dita, isso também não é super legal!

Então porque não tornar esta meta mais realista para poder cumpri-la de fato? Que tal deixar de beber álcool um dia por semana? Isso te forçará a dar uma folga para a sua mente (o que é muito benéfico) e ao seu corpo, que poderá se recuperar, renovar e revigorar.

É uma meta tranquila de cumprir e te fará muitíssimo bem!

3. Diminuir os Lanchinhos

Não existe nada melhor do que um lanche perto da madrugada: especialmente se você chega em casa de um barzinho ou de uma festa!

Mas a maior parte dos lanchinhos noturnos contém muito açúcar, gordura e tendem a ter alto teor de carboidratos simples. Ou seja, péssima ideia para a sua saúde, além de que engordam.

A meta de largar os lanchinhos completamente tende a falhar. Ao invés disso, que tal deixar o lanchinho de lado à noite? É uma meta muito mais fácil de cumprir e que também vai eliminar alguns excessos maléficos para a sua saúde.

A velocidade do seu metabolismo está ligada ao horário do dia e, para muita gente, o metabolismo tende a diminuir à noite. Isso significa que quando você come à noite, você está mais propenso a engordar: portanto, não é o momento ideal para consumir alimentos altamente calóricos!

Nós não queremos dizer que você não pode consumi-los nunca. Mas é inacreditável a diferença que a gente percebe no corpo quando a gente consegue deixar o lanchinho noturno de lado, preferencialmente depois das 6 da tarde. Uma meta realista e fácil de cumprir!

4. Usar Fio Dental

Se você não usa fio dental diariamente, duas vezes por dia, então agora é o momento perfeito para você estabelecer esta mudança de cinco minutinhos para o ano novo. Usar o fio dental é fácil e rápido e faz uma diferença absurda na hora que você sorri.

O seu sorriso é uma das suas maiores qualidades, e você nunca deve subestimar a importância de um belo sorriso branquinho.

As pessoas reagem a um verdadeiro sorriso, e não importa o quão elegante você esteja ou o quão malhado você seja: se você não tiver um sorriso arrebatador, você não conseguirá a atenção que você precisa.

Você pode achar que passar fio dental não é particularmente essencial para um sorriso perfeito, mas o seu dentista está certo: o fio dental é essencial para manter os seus dentes o mais saudáveis quanto possível e por tanto tempo quanto possível também.

Pesquisadores da Universidade de Nova York comprovaram a importância do uso do fio dental examinando 51 pares de gêmeos, pedindo que um usasse o fio dental e que o outro não o fizesse. O resultado foi que o gêmeo que não usou o fio dental tinha mais bactéria na boca.

As bactérias podem levar a doenças da gengiva: a principal causa de perda dentária nos EUA. Credo. Tem alguém aí correndo para pegar o fio dental? É isso aí!

5. Praticar um Novo Hobby

Por que todas as metas de ano novo têm que ser negativas? Parar de fumar, perder peso, parar de consumir açúcar. Embora essas metas sejam bastante razoáveis (e válidas, caso você esteja com algum problema de saúde), elas são bem chatinhas.

Ao invés de você resolver fazer alguma coisa chata, enfadonha e importante, por que não pensar em algo divertido? É aí que entra a escolha de um novo hobby!

Seja jogar tênis, tirar fotos ou simplesmente participar de um clube de filmes semanal, os hobbies são ótimos para o nosso bem-estar físico e mental.

Hobbies ativos (como esportes coletivos) são ótimos para ajudar a focar na perda de peso e melhorar o seu condicionamento sem colocar muita pressão em si mesmo.

Porém, todos os hobbies são ótimos para elevar o engajamento social, tirar a gente de casa e colocar a gente em contato com pessoas novas, o que é muito bom para os nossos níveis gerais de felicidade, assim como ajuda a elevar a nossa segurança própria e auto-estima.

Aprender algo novo aumenta a nossa capacidade cerebral, e continuar a aprender à medida que envelhecemos ajudará a reduzir o risco de doenças como o Alzheimer ou a perda de memória. E, fala sério, é muito mais legal do que ficar em casa e comer brócoli o mês todo!

6. Assistir Menos TV

Quem não curte uma noite preguiçosa vendo Netflix? Atacar uma série ou outra é um prazer pecaminoso que todos nós cometemos de vez em quando. Mas você sabia que assistir muita televisão pode ser prejudicial à sua saúde?

Hoje em dia, nós estamos assistindo mais televisão do que nunca. O americano passa em média 158 horas por mês assistindo televisão: um número que tem aumentado a cada ano desde que a televisão foi inventada.

Isso dá muito pano para manga para conversar com os amigos, mas não é bom para o nosso coração: quanto mais televisão assistimos, mais sedentários ficamos. As pesquisas mostram que assistir TV pode ser prejudicial mesmo à nossa saúde.

Aliás, um estudo da American Heart Found mostrou que indivíduos que assistem quatro horas ou mais de televisão por dia têm 80% mais chance de morrer de doenças cardíacas do que aqueles mais ativos.

7. Ser mais Simpático

Eu sei que pode parecer meio cliché, mas tem um motivo de ser: quando você sorri, as pessoas sorriem de volta. A felicidade é contagiante!

Decidir ser mais simpático com as pessoas ao nosso redor (estranhos, família ou amigos) é uma meta maravilhosa e muito fácil de cumprir. Isso não só será melhor para a sua vida, como também vai impactar positivamente na vida as pessoas com quem você vive. E exige pouco esforço!

Quando você estiver no metrô amanhã para ir trabalhar, sorria a um estranho que estiver perto de você. Aquele sorriso poderá mudar o dia da pessoa. Quando você pedir o seu café na cafeteria, pergunte ao barista como está o dia dele ou dela: e escute realmente o que eles têm a dizer.

Gentilezas sociais podem fazer você se sentir mais conectado com o mundo à sua volta e pode melhorar o seu humor e bem-estar. Mas também existem os benefícios palpáveis.

As pessoas gentis com aqueles à sua volta recebem mais respeito e generosidade de seus colegas: isso significa maior propensão àquela promoção que você está de olho no trabalho, e a vida tende a ser mais fácil e tranquila quando você é gentil. O que você tem a perder?

8. Parar de Fumar Socialmente

Você não é fumante? Que bom! Fumar é um péssimo hábito: contribui para várias doenças a longo prazo e também é a causa de 90% dos casos de morte por câncer de pulmão em todo o mundo.

Porém, muitos de nós que não fumamos com frequência ou que não nos consideramos fumantes tendemos a ter um hábito bem ruim relacionado ao consumo da nicotina. Isso é chamado fumar socialmente.

Não sabe o que é isso? Se você está em um bar ou festa com os amigos e sai com eles na hora de fumar um cigarro, e dá um ou dois traguinhos, você está fumando socialmente. E isso é um péssimo hábito que pode estar impactando muito na sua saúde.

De acordo com um estudo recente conduzido pela Dra. Stella Daskalopoulou da McGill University Health Centre do Canadá, fumar somente um cigarro pode aumentar o endurecimento das artérias em pessoas de 18 a 30 anos de idade em 25%, levando a problemas potencialmente catastróficos na sua saúde.

De repente aquele cigarrinho trivial não parece mais tão bacana, não é? Parar de fumar socialmente é relativamente fácil porque, diferentemente dos fumantes frequentes, o seu corpo não está acostumado às propriedades viciantes da nicotina, então não precisa haver uma luta para quebrar o hábito.

9. Deixar Gorjetas Mais Generosas

Seguindo aquela meta de ser mais simpático com as pessoas, outra meta fácil de adotar (se você tiver dinheiro para isso) é começar a dar gorjetas melhores. Se você nunca trabalhou como garçom antes, você não tem ideia do quanto eles dependem das gorjetas.

Para alguns deles, uma boa gorjeta pode fazer diferença para comprar sapatos para os filhos quando necessário ou comer ou não comer frutas e salada naquela semana. O salário pago aos garçons nos EUA é em média apenas $18.330 por ano, e esse pessoal depende das gorjetas para melhorar a renda com a qual vivem.

A gente se sente bem quando é generoso. Deixar uma gorjeta generosa não só ajuda ao outro, mas também nos faz sentir bem pois estamos fazendo algo que vai ajudar a sociedade como um todo.

É claro que se você ganha pouco nós não estamos sugerindo que você deixe uma gorjeta que você não pode ou não tem! Mas se você tem a sorte de ter um bom trabalho e um pouco de dinheiro sobrando todo mês, por que não estabelecer uma meta de ano novo como esta?

10. Folga da Mídia Social

Você cotuma passar o seu tempo livre olhando o feed do Facebook e comparando a sua vida com as dos seus amigos, colegas e daquele cara que você conheceu uma vez há mil anos e nunca mais viu?

A fulana teve filho, o beltrano conseguiu um novo trabalho. Eles casaram, compraram uma casa nova, viajaram de férias para um lugar bem exótico, ou simplesmente compraram os sapatos que você queria. A lista da inveja na rede social pode ser infinita!

Se comparar a sua vida online à vida online dos outros faz você se sentir mal, talvez seja hora de tirar uma folga da rede social.

Eu não estou falando para você deletar o seu perfil completamente (como você vai acompanhar as tendências de moda, afinal de contas?), mas ao invés disso, desligar o seu celular quando você estiver descansando e aproveitando os momentos e as memórias que você está criando. E não ficar pensando se os seus momentos estão tão bons como os de outra pessoa.

Não sabe como começar? O segredo é ir aos poucos! Não olhe o Facebook nos dias que você sair à noite. Desligue o seu celular no cinema. Deixe o celular no bolso a noite toda na próxima festa a que você for: quanto mais tempo você passa vivendo o momento, mais fácil fica.

Conclusão

Poucas mudanças podem fazer uma grande diferença na sua saúde, bem-estar e graus de felicidade. Elas não são difíceis, e muitas não mudarão a sua vida sozinhas, mas pequenas metas como essas são muito fáceis de cumprir.

O ano novo é o momento perfeito para um novo começo. Você pode ser quem você quiser ser, mudar a sua vida para melhor e transformar a sua vida completamente se você tiver dedicação e determinação.

Ou você pode simplesmente parar de beber álcool um dia por semana, largar aquele cigarrinho das situações sociais, focar em viver uma vida mais feliz e ainda assim notar as mudanças positivas que esses pequenos ajustes fazem à sua qualidade de vida. Que tal começar agora em Janeiro? Ainda dá tempo!


Thank You. Download Now