Copenhague continua sendo uma das cidades mais alegres do mundo. E não é à toa.

Nos anos recentes, Copenhague se tornou a Meca dos hipsters e daqueles que buscam a sua fama no Instagram. Seus edifícios coloridos e ruas de paralelepípedo arrematam o selfie perfeito!

A Dinamarca não é um país barato para se visitar. Apesar de os voos para lá não serem caros, o custo de vida em locais escandinavos bacanas pode ser proibitivo. Mas é possível curtir muito a capital do país sem ir à falência, sim. Acompanhe as nossas melhores dicas para curtir Copenhague com estilo:

Vá às Lojas

Você já comprou na Ikea? Claro que já! Quem nunca comprou? A Ikea é o exemplo da popularidade do design escandinavo por excelência, e muitos de seus conceitos são oriundos de pequenos designers tanto suecos quanto dinamarqueses.

Quando eu visito Copenhague, uma das coisas que eu mais gosto de fazer é visitar suas várias lojas de design de interiores. Uma das paradas mais populares em Copenhague é a Hay: uma loja fina configurada como se fosse um apartamento sofisticado onde tudo está à venda.

Outra loja que não dá para perder é a Ferm Living’s showroom (uma loja tão exclusiva que você precisa fazer uma reserva antes de visitar), e a Illum, que é uma das galerias de compras mais famosas de toda a Dinamarca.

Além de um estoque invejável de peças de decoração, você também encontra livros, peças de moda e produtos de beleza da mais alta qualidade.

Mas se você não curte muito a decoração moderna minimalista da Dinamarca, não se preocupe: existem muitas opções para você além disso! Visite a Beau Marche, que é uma loja de design cheinha de verdadeiros tesouros vintages, além de detalhes decorativos já esperados.

Mesmo que você não compre nada, a cafeteria e o restaurante deliciosos no fundo da loja são lugares perfeitos para relaxar, descansar e ver gente.

Procure a Pequena Sereia

Toda cidade tem uma atração imperdível da qual você precisa se inteirar, independente de quanto tempo você esteja planejando ficar por lá. Em Copenhague esta atração é A Pequena Sereia.

Esta estátua de bronze fica no centro do porto de Copenhague e foi criada pelo famoso artista dinamarquês Edvard Eriksen em 1913. Por que A Pequena Seria? Para comemorar o conto de fadas de mesmo nome, escrito pelo dinamarquês mais famoso universalmente de todos os tempos: Hans Christian Anderson.

Com certeza você já leu vários contos de Anderson, e eles inspiraram muitos filmes da Disney, mas a realidade dos contos de Anderson trazem em geral tons mais sombrios, perfeitos para contos assustadores nas suas noites em Copenhague.

A estátua da Sereia é considerada um dos símbolos da cidade. Nos anos recentes, ela também se tornou alvo de deformação (e foi por vezes decapitada), o que dá mais peso à atração turística.

É absolutamente obrigatório tirar uma foto da estátua da Pequena Sereia em Copenhague.

Reviva a sua Infância no Tivoli Gardens

Um das atrações mais conhecidas em Copenhague é o Tivoli Gardens. O parque abriu em 15 de agosto de 1843 e é o segundo parque de diversões mais antigo do mundo, mantendo grande parte do seu charme original ainda que tenha passado por atualizações e inclusões de novos brinquedos e atrações.

O Tivoli Gardens recebe por volta de 4 milhões de visitantes por ano, e se você ficar algum tempo em Copenhague, você precisa fazer parte desse grupo. Muitas pessoas se equivocam pensando que o Tivoli Gardens é um lugar para crianças. Na realidade, o parque tem muito a oferecer para adultos que curtem sofisticação também!

Parte da atração eterna do Tivoli Gardens é que ele oferece algo para todo mundo. Não importa se você é do tipo que curte adrenalina, música, arquitetura diferente ou explorar a natureza no seu próprio ritmo, você vai adorar cada minuto da experiência.

Dentre as atrações do parque, você não pode perder:

-The Wooden Roller Coaster. Construída originalmente em 1914, esta monha russa feita totalmente em madeira, sendo uma das sete do mundo, possui um operador de cabine em todos os vagões. Este é um brinquedo extremamente popular do qual você jamais se esquecerá!

-The Demon. Esta atração relativamente nova no parque foi criada em 2017 e é o primeiro brinquedo de realidade virtual do parque. Embarque em uma montanha russa pelo universo chinês com dragões cuspindo fogo e estourando fogos em um mundo completamente novo.

-The Coral Reef. Dentro do parque há um pequeno, porém lindíssimo, aquário com mais de 1600 peixes. É o lugar perfeito para entrar em explorar em caso de chuva.

-Se você estiver visitando Copenhague no verão, rola o maior festival de música clássica da Escandinávia neste parque, com mais de 50 eventos de música individuais, além de shows de rock gratuitos toda sexta-feira nos meses de verão.

Se você ama a Disneyland, saiba que o próprio Walt Disney visitou este parque várias vezes para planejar e criar o Disneyland Park original. Hans Christian Anderson também foi visitante frequente e grande fã do parque.

Finalmente, e você sair com alguém em Copenhague, o Tivoli Gardens é o lugar perfeito para visitar, especialmente à noite, quando o chão é iluminado por milhares de luzes coloridas, criadas para gerar uma atmosfera encantada completamente única. Será um momento inesquecível.

Curta as Refeições

Eu amo comer: planejar as refeições nos restaurantes mais finos de uma nova cidade é uma das minhas partes favoritas das férias. Amante ou não de comida, comer em Copenhague é com certeza um dos pontos altos da viagem!

Os restaurantes perto do porto significam que boa variedade de frutos do mar crus e defumados é a norma em Copenhague. Eles são geralmente servidos em pratos de smorgasbord e em sanduíches abertos. Você não precisa ir muito longe ou gastar muito para comer um peixe delicioso em Copenhague.

Se você quiser algo que ofereça um pouco mais de sustância do que um sanduíche de camarão (independente de quão delicioso seja), a cidade proporciona muitíssimas opções!

No almoço, vá ao Sonny, um local bem descolado que atrai o pessoal estiloso de Copenhague (e muitos hipsters também) graças aos seus sanduíches com apresentação incrível. O Sonny Combo e o sanduíche de abacate são os dois pratos mais conhecidos do cardápio.

Se você quiser experimentar o tradicional smorgasbord dinamarquês, visite o Aamanns 192. Este restaurante claro e arejado pertence a Aamann, que é conhecido como o rei do “smørrebrød” em Copenhague. Você vai encontrar variações do prato, além de misturas criativas, existindo, assim, opções para todo gosto.

Para finalizar, se você quiser impressionar na hora do jantar (independente de estar sozinho ou acompanhado querendo esbanjar seu bom gosto), dê uma chegada ao meatpacking district. É quase impossível encontrar um restaurante ruim por ali, então use o seu faro e suas preferências como guia.

Prefere uma recomendação para jantar? Os Asian tapas do Kiin Kiin Bao Bao são deliciosos e simples ao mesmo tempo, e o lugar é muito agradável embora exija uma certa dose de formalidade para impressionar os novatos por ali.

Você é do tipo carnívoro e ama uma boa carne? O Peder Oxe é para você! Delicie-se com um bife do tamanho da sua cabeça! Esse é um restaurante com opções criadas para (e por) homens de apetites insaciáveis.

Visite uma Comunidade Hippie

Se você estiver em busca de uma atividade descolada em Copenhague, que tal ir à original comunidade hippie chamada Christiania? Christiania é comumente conhecida como a ‘cidade livre’ de Copenhague, além de ser uma área da cidade conhecida por sua controvérsia.

Fundada em 1971, quando uma área militar havia sido abandonada e dominada por invasores, a área é atualmente refinada, verde e repleta de valores idealistas!

É proibido estacionar em toda a região, e por lá é possível encontrar várias galerias reconhecidas. Além disso, você encontra cafeterias orgânicas de preço bem acessível e lugares para curtir música bem bacanas. Muitos dos edifícios são cobertos de grafitagem lindas de inspiração floral que, por si só, valem muito a pena a visita.

Christiania tem sua própria moeda, suas próprias leis (uma lista do que pode e do que não podemos fazer logo na entrada da cidade) com uma placa que avisa os visitantes que entrando ali eles estão deixando a União Européia. Converse com as pessoas que vivem lá e você vai ficar perplexo com o tipo de vida incrível que eles levam.

Os residentes não pagam impostos, mas contribuem com a sociedade de outras maneiras: cada residente tem responsabilidade em ajudar a comunidade a sobreviver e prosperar.

Ao visitar a cidade você sente como se estivesse entrando no set de um filme dos anos 70, e é verdade que parte da cidade parece levemente perigosa, mas graças à política de tolerância zero à violência, você estará perfeitamente seguro por ali, independente do horário.

VIsitar Christiania é uma experiência diferente de qualquer outra e, mesmo que você não tenha muito tempo para ficar, vale a pena tirar uma ou duas horas para visitar. A maneira mais fácil e agradável é de bicicleta; esta é a única forma de transporte que você pode pegar por toda a cidade com tranquilidade.

Alugue uma Bicicleta

Quer se misturar com os residentes e explorar a beleza de Copenhague com liberdade? Então você precisa alugar uma bicicleta!

Na verdade, existem mais bicicletas em Copenhague do que residentes permanentes, o que faz da bicicleta uma das maneiras mais fáceis (e gostosas) de andar pela cidade.

Copenhague é uma das poucas cidades do mundo pensadas como cidades a serem usadas por ciclistas. A cidade tem 350km de ciclovia e faixas acima da pavimentação das ruas para que o ciclista não tenha que andar ao lado dos motoristas.

Alguns entroncamentos também oferecem luz piscante para que o ciclista possa pedir aos motoristas para esperarem antes de virar.

Andar de bicicleta por Copenhague não é só uma ótima maneira de explorar e descobrir lugares especiais que você não poderia visitar de outra forma, mas é também uma maneira bem bacana de queimar umas calorias extras que você vai consumir no seu smørrebrød diário!

Não sabe se está levando as roupas certas para andar de bicicleta? Qualquer roupa serve para pedalar em Copenhague! Porque pedalar é uma coisa tão normal no dia a dia dos dinamarqueses, não é estranho ver homens ou mulheres de terno, salto ou roupa de festa pedalando. Qualquer coisa serve mesmo, então vista o que quiser: Você não vai chamar a atenção!

Se você estiver visitando Copenhague em meses quentes, Copenhague é um lugar perfeito para pedalar nessa época. Pedale até o norte ou o sul da cidade e você encontrará praias, florestas, parques e outras atrações maravilhosas, perfeitas para explorar com a luz do sol!

Pode ser que seja interessante saber que se você não quiser pedalar de volta para o seu hotel no fim de um dia na praia, você pode levar a bicicleta com você no metrô ou no trem em vagões especiais para isso. Portanto, a bicicleta não vai limitar as suas opções de transporte!

Conclusão

A Escandinávia em geral, e a Dinamarca em especial, não são mesmo lugares baratos para visitar como turista. Não dá para passar duas semanas de férias por lá, a menos que você tenha muito dinheiro para gastar!

Mas a paisagem de seu porto, o estilo de vida sossegado, as pessoas simpáticas, e a sensação geral de felicidade simples (hygge, em dinamarquês) fazem de Copenhague uma cidade incrível que todo mundo precisa visitar pelo menos uma vez na vida.

É o lugar perfeito para visitar em períodos de férias curtos. Linda na claridade do verão, mas não dispense uma visita à cidade no inverno.

Ainda que suas temperaturas possam cair abaixo de zero, a cidade fica fantástica com neve (especialmente com as luzes pisca-pisca do Tivoli Gardens), além de um sentimento de festividade.

Nós adoramos Copenhague e seu estilo sutil e relaxado. Uma vez que Copenhague não é bem um destino popular na Europa, você vai achar as pessoas muito receptivas e perceber que é fácil viver como um residente por lá durante alguns dias.

Procurando por algo diferente para as férias deste ano? Eis aqui uma ótima opção!


Thank You. Download Now