Que o Caribe é lindo a gente já sabe. O que acontece é que uma pequena ilha vem ganhando destaque entre os milionários: Saint Barthélemy. Também conhecida como St. Barth, o local faz parte da cadeia de ilhas do norte das Antilhas.

Por lá, é possível ver famosos por todas as partes. Só para você entender porque escolhi falar sobre esse lugar: a modelo Kate Moss já fez topless nas praias de St. Barth, a cantora Beyoncé promoveu festas de arromba e Cristiano Ronaldo já festejou uma passagem de ano.

Leonardo dicaprio and models.

E eles são uma pequena parte da lista de milionários que têm casas na ilha e passam as suas férias mergulhando no mar de águas transparentes. É uma mistura da beleza natural do Caribe com a sofisticação europeia.

Um Pouco de História

st barth mapaPara chegar a St. Barth é muito rápido: duas horas de aviã, partindo de Miami. E tem quem esteja mais perto: a 250 km de Porto Rico. E os traços europeus tem um significado: a ilha foi uma ex-colônia sueca durante mais de 100 anos, mas hoje faz parte do domínio francês.

Os sinais de que os suecos passaram pela ilha estão bem marcados na arquitetura do local. Por outro lado, o idioma, a cultura e a culinária tem influencia totalmente francesa (confesso que fiquei com muita vontade de conhecer esse lugar).

St barth historiaE o fato de St. Barth ter virado point das celebridades tão recentemente tem uma explicação: o desenvolvimento da ilha é recente. Por isso, tem poucos hotéis, habitantes e transportes públicos. E com esse pouco movimento, é o local perfeito para os milionários desfilarem sem serem incomodados.

Mas pode ter certeza que a ilha continuará pouco frequentada. Isso porque as autoridades locais conseguiram visualizar que o tamanho de St. Barth não suportaria muitos turistas. A segurança das pessoas e dos seus bens são primordiais por lá. Mais uma razão pela qual os famosos não saem mais da ilha (além de toda a beleza, natural, claro).

Onde Ficar

St-Barts-Villa-cmapol01-1940x1291Saiba que a moeda que circula pela ilha é o Euro (influencia europeia) e se hospedar em um hotel não é a única opção por lá. Isso é muito bom! Vários visitantes preferem alugar uma casa e, assim, poder fazer suas festas particulares sem nenhum tipo de perturbação. Ah! E pode ficar tranquilo: existem várias imobiliárias por lá.

Uma ótima dica é buscar hotéis (ou casas) pelos sites Airbnb, Booking, ou vasculhar no próprio portal de turismo de St. Barth. Outra dica bastante interessante que eu achei por ai, é entrar em contato com a hospedagem escolhida via e-mail.

Assim, você consegue conversar com algum atendente e até barganhar um preço melhor do que o sugerido pelo site. Mas tenha isso em mente: St. Barth é uma ilha cara, destinada a um público mais seleto e com valores de hotéis e aluguel de casas bem acima do que é normalmente cobrado em outros lugares. Mas, se você tiver paciência e souber pesquisar, com certeza, encontrará algo mais em conta.

Eu já fiz uma pequena parte. Encontrei algumas opções, como a pousada Auberge Petit Anse. Também achei outras hospedagens mais baratas: Salines Garden, Auberge Terre-Neuve, Normandie Hotel e Le Village St. Jean.

Outra dica é alugar um carro. Na verdade, isso é mais do que imprescindível. Assim, você consegue conhecer todas as praias da ilha e não fica preso a somente um lugar e seus arredores.

Para você já ir se familiarizando, Gustavia é a capital. Por lá, é possível se deparar com enormes iates e seus milionários donos. Para ter uma ideia, os iates nem conseguem entrar no porto, devido o tamanho (são enormes).

Melhor época

St barth melhor epocaAnote ai: de dezembro a abril, já que é uma época mais seca e quase impossível de chover. Lembrando que a ilha está na rota dos furacões, que podem aparecer entre julho e novembro.

E é de setembro até meados de outubro que eu recomendo a você nem pensar na ilha de St. Barth. Isso porque, como é frio e muito chuvoso, diversos hotéis e restaurantes baixam as portas e só reabrem no fim de outubro, início de novembro.

Lugar Paradisíaco

st barth colombierTodas as praias são maravilhosas, porém, separei cinco que são consideradas as melhores. A começar por Colombier. É possível conseguir chegar até o lugar somente de barco ou fazendo uma trilha que dura de 15 a 20 minutos.

Se você optar por ir a pé, saiba que a trilha é bastante segura e que a praia de Colombier não tem nenhum tipo de infraestrutura, como bares ou restaurantes. Então, coloque água e alguma comida em sua mochila. Além disso, não existem muitas opções de sombra. Portanto, se pretende ficar por lá durante horas, não esqueça do guarda-sol.

st barth Anse des FlamandsAnse des Flamands é outra praia que você tem que conhecer. Nela você encontra estrutura suficiente para desfrutar horas e e horas de muito sol, calor e água transparente.

st barth Baie de St. JeanE bem perto ao aeroporto está a praia Baie de St. Jean. É nela que encontra-se o famoso beach club chamado Nikki Beach (você tem que conhecer). No centrinho da praia é possível achar todo o tipo de comércio.

st barth Anse du GouverneurAnse du Gouverneur: outro point para colocar na lista. Praia linda, com infraestrutura, inclusive com estacionamento (o que facilita, já que você terá alugado um carro).

st barth Anse de SalinePara finalizar a nossa lista, temos a praia Anse de Saline. Esqueça comércio, ou qualquer outro tipo de estrutura. Aqui, é preciso você levar as suas coisas, caso queira passar muito tempo na praia.

Fashion Tropical

A Dolce&Gabbana criou uma coleção exclusiva para inaugurar sua nova boutique em St. Barth. #DGLovesStBarth

Onde Comer

São vários os restaurantes em torno da ilha de St. Barth. Você vai encontrar dos mais caros, até aqueles com preços razoáveis (não da pra falar que é barato, certo?).

st barth onde comerUma ótima opção é o chamado La Creperie. Localizado na capital, Gustavia, os crepes são feitos com trio sarraceno e também tem ótimas opções de lanches. Na pesquisa que eu fiz, consegui achar que o jantar para duas pessoas sai em torno de 60 euros.

Outra ideia é almoçar no Hotel Taiwana (praia Anse des Flamands). O menu custa 40 euros por pessoa, com entrada, prato principal, sobremesa, uma taça de vinho e uma garrafa de água.

Pode Começar a Preparar a Viagem

Ficou ainda com mais vontade de conhecer a ilha? Então, está esperando o quê para programar a sua próxima viagem? Depois me conta o que achou de St. Barth.